Pesquisa revela dados importante sobre a Europa após 500 anos da Reforma Protestante

Dados mostram que as diferenças entre Católicos e Protestantes tem desaparecido na Europa

Em comemoração dos 500 anos após a Reforma Protestante, o Centro de Pesquisa PEW (Pew Research Center) revelou em pesquisa que as diferenças entre Católicos e Protestantes têm se desaparecido na Europa Ocidental. Resumi os principais fatos revelados nessa pesquisa:

  • O Ecumenismo tem predominado em grande parte dos países da Europa;
  • A maior diferença entre católicos e protestantes na Europa é mais regional do que teológica;
  • Alemanha não é mais protestante; a maioria professa outras fés
    4 de 10 se dizem sem religião em Holanda, Noruega, Suécia e Bélgica;
  • Maioria da Holanda se identifica mais com o ateísmo que com outras religiões

Dados do relatório “Europe’s Young Adults and Religion” (2018) indicam que a maioria das pessoas da geração do milênio (entre 16 e 29 anos), não segue nenhuma religião, e esse percentual ultrapassa 70% em vários países.

  • Apenas 12% dos europeus dizem que religião é muito importante para eles
  • Na Europa os cristãos que praticam a sua religião pelo menos uma vez por mês são 31% da população, e apenas 14% dos cristãos oram diariamente
  • Na Europa Ocidental, católicos vão mais à igreja do que protestantes
  • Metade dos protestantes europeus acredita em fé e obras para ser salvo
  • 61% dos alemães e britânicos acreditam em fé e obras para ser salvo
  • Grande parte dos católicos e protestantes da Europa desconhece a doutrina da salvação
  • Na Alemanha há mais católicos que acreditam em salvação só por fé, do que protestantes
  • Na Europa a moda agora é não deixar mais sua religião interferir em todos os aspectos da sua vida
  • Vasto número de católicos e protestantes está disposto a aceitar ambos como da mesma família, e mais da metade dos europeus veem católicos e protestantes como religiões similares
  • 98% dos protestantes alemães aceitam católicos como da mesma família

Pesquisa entrevistou 24.599 adultos de 15 países da Europa Ocidental, entre abril a agosto de 2017, exatamente 500 anos após a Reforma Protestante. Confira a pesquisa original em inglês.

Fonte: Pewforum